GETTING READY

CANDIDATURA

Candidatura
  • O processo de candidatura para ingressar na comunidade acadmica de uma universidade fora do Brasil bem diferente do vestibular brasileiro ou das selees para programas de ps-graduao no Brasil. Em muitos pases europeus e na Amrica do Norte, a seleo feita de uma forma mais holstica, considerando o perfil pessoal e interpessoal do candidato, alm do seu desempenho acadmico.

    Cada instituio autnoma para definir os parmetros de aceitao de candidatos. comum, porm, que as universidades busquem candidatos que sejam um fit para sua comunidade acadmica, isto , aqueles que tero a acrescentar tanto academicamente, quanto individualmente para a academia. Para isso, preciso considerar alguns itens:

    • fluncia em lngua inglesa - dependendo da instituio e do grau que se busca (graduao ou ps-graduao), o nvel de ingls pode variar de intermedirio a avanado. Os testes padronizados que so aceitos tambm podem variar de instituio para instituio, mas os mais solicitados so o TOEFL iBT e o IELTS. Saiba mais sobre esses testes aqui.
    • performance acadmica - o candidato precisar enviar para as instituies de interesse o seu histrico acadmico. Se est candidatando-se graduao, o histrico do Ensino Mdio. Se ps-graduao, o histrico de graduao (podendo ser includos tambm histricos de mestrado e doutorado, a depender do programa de interesse). Esses documentos precisaro estar em ingls, quando do envio.
    • engajamento em atividades extracurriculares - especialmente quando se est candidatando para graduao, o candidato precisar apresentar para a universidade informaes relativas s atividades extracurriculares. Essas atividades so normalmente feitas por prazer ou interesse especfico, como msica, esportes, aulas de tpicos avanados. Mais do que ter uma lista de atividades extra, essencial que o candidato esteja engajado nessas atividades; que as faa com um propsito - seja acadmico, seja social.
    • notas em exames padronizados - a depender do programa, ser preciso que o candidato apresente os resultados de outros testes padronizados. Se a ideia fazer uma graduao, possvel que a universidade exija o SAT ou ACT. Para a ps-graduao, os testes mais solicitados so o GRE e o GMAT. Conhea melhor esses testes aqui.
    • cartas de recomendao - parte importante no dossi do candidato, as cartas de recomendao so documentos escritos por professores, coordenadores, ou colegas de trabalho, que vo apresentar outros olhares sobre o desempenho acadmico, pessoal e interpessoal do candidato. As cartas vo ajudar a confirmar tudo o que foi escrito nas essays e preenchido no formulrio de candidatura, pelo candidato. Saiba mais sobre as cartas de recomendao aqui.
    • essays - textos escritos pelo prprio candidato, as essays vo apresentar um ngulo pessoal, nico e individualizado do candidato. Esses textos so parte imprescindvel no application. Para programas de ps-graduao, normalmente solicitado um Personal Statement ou Statement of Purpose, em vez de essays. Clique aqui e entenda melhor sobre essays.
    • critrios subjetivos - h ainda outros critrios para a deciso do comit de aceitao. Isso vai, como j dissemos, variar de instituio para instituio. Muitas vezes, no ser uma questo especfica que vai decidir da aceitao ou no de um candidato, portanto, muita ateno em todos os passos.

  • O currculo o seu documento de apresentao para diferentes finalidades. Ele a forma objetiva de voc demonstrar sua trajetria acadmica e profissional atravs de um documento sinttico explicativo.

    Antes de comear a preparar o seu currculo, importante refletir um pouco quanto ao propsito de sua preparao:voc est aplicando para uma oferta de trabalho? Em que rea? Para que tipo de empresa? Ou seria a submisso de sua candidatura para um programa de ps-graduao ou MBA? Para que pas?

    Lembre-se de que o currculo uma importante ferramenta de marketing e, na maioria das vezes, ser o primeiro contato entre voc e o objetivo almejado, ou seja, a primeira impresso sobre voc.

    Dependendo da finalidade, o currculo pode ter diferentes formatos, sendo os principais, o formato acadmico e o formato profissional. Em ingls, a palavra currculo, pode ser chamada de CV (Curriculum Vitae) ou Resume. O Resume seria o formato para fins profissionais, no qual devem ser considerados os principais aspectos de sua trajetria educacional, profissional e tambm outras qualificaes que sejam pertinentes. Normalmente tem formato mais curto, em geral de at uma pgina. O CV bem parecido com o resume, no entanto, ele normalmente destinado para ingresso em programas acadmicos, sejam para fins de pesquisa (research) e para bolsas de professor assistente em universidades (Teaching assistantships). Desta forma, o CV traz mais informaes acadmicas e mais descritivo, contendo maior riqueza de detalhes.

    Principais Diferenas entre C.V. e Resume

    Quando usar?
    O CV mais apropriado para fins acadmicos e o Resume para fins profissionais.

    Tamanho?
    O resume deve ter em torno de 1 pgina, mostrando um resumo de sua experincia e habilidades mais pertinentes vaga divulgada, enquanto o CV pode ter vrias pginas e deve listar todas as atividades relevantes para a posio almejada, incluindo lista de todas as publicaes realizadas.

    Algumas dicas sobre como preparar seu currculo profissional (Resume)

    • Cuide da apresentao de seu currculo e busque o melhor modelo para demonstrar suas habilidades. Evite usar modelos pr-prontos que so genricos e podem no refletir o que quer apresentar.
    • Use fontes mais tradicionais e papel de qualidade (se for entregar impresso)
    • Utilize apenas uma pgina (ou duas se tiver larga experincia profissional)
    • Evite sublinhar trechos do currculo e utilize o negrito apenas para cabealho e informaes sobre empregador.
    • Insira o seu nome, endereo e telefone no incio da pgina (no caso de haver uma segunda pgina, repita o seu nome no incio).
    • Escolha uma diviso de tpicos que seja atrativa para o leitor. Exemplos: Education, Leadership, Professional Experience, Skills, Activities, etc
    • Enfatize suas conquistas e habilidades apresentadas em sua experincia de trabalho. Evidencie como seu trabalho contribuiu para alcanar os objetivos da empresa.
    • Utilize o mnimo de informaes pessoais e tenta dar exemplos que demonstram uma personalidade atrativa como liderana, inteligncia emocional, habilidade de trabalhar em grupo e proatividade.
    • Normalmente no devem ser includas referncias. Os empregadores assumem que as referncias esto disponveis caso sejam necessrias.
    • Utilize verbos que indicam ao (Action Verbs) focando nas suas atividades e conquistas e evite a repetio de palavras.
    • Descreva suas atividades da forma mais honesta e objetiva possvel. Evite ser muito humilde ou muito presunoso.

  • Junto s Cartas de Recomendao, as essays so muito importantes como parte do processo de admisso para quem est se candidatando graduao ou ps-graduao no exterior. Tambm chamados de ensaios, nas essays que o candidato vai contar, atravs da escrita, o seu olhar sobre a sua prpria histria. Com isso, descrever suas habilidades, seus interesses e planos.

    O processo de escrita pode ser mais prolongado que algumas outras etapas, porque vai estar relacionado ao autoconhecimento. preciso, muitas vezes, se dar um tempo para organizar as ideias e escolher sobre o que exatamente se vai escrever. Atravs da essay, o candidato vai apresentar aquilo que lhe faz diferente dos outros aplicantes, apresentando de forma singular a sua histria. Dessa forma, as essays terminam sendo a melhor forma de compartilhar aquilo que no est explcito e/ou detalhado no application form.

    Como o nmero de applications recebidos pelas instituies enorme, os integrantes do comit precisam ler igual nmero de essays. Ser nico, ento, pode fazer bastante diferena no momento de deciso do comit de admisso (quanto mais competitiva a instituio, maior a probabilidade disso acontecer). A busca das instituies por candidatos que que vo somar junto comunidade acadmica.

    Mas como ser genuno, se tantas histrias so to similares - ou mesmo se a sua histria parece "normal"?

    Seguem aqui algumas dicas:

    • Seja sincero com sua prpria histria e com o seu ingls. Procure apresentar os fatos da sua maneira, usando o vocabulrio que voc tem.
    • O vocabulrio de cada pessoa diferente, e a maneira de apresentar uma vivncia, idem. Ento o candidato deve procurar ele mesmo escrever suas essays. E em ingls!
    • Escreva sobre aquilo que importante para voc, algo que tenha trazido impacto para a sua vida. Pode ser uma vivncia, uma pessoa, um filme
    • Lembre-se: qualquer pessoa pode narrar fatos. Usar esses fatos como agentes de mudana e de aprendizado pessoal muda completamente a perspectiva do seu texto.
    • Evite frases de internet e versinhos. Isso acaba empobrecendo seu texto.
    • Antes de comear a escrever de fato, faa brainstorms, rascunhos, topicalize aquilo que acha interessante escrever sobre.
    • Cubra tudo o que est sendo solicitado no enunciado. Procure no utilizar o texto para mais de uma instituio.
    • Pense como um admissions officer: o texto interessante? tem coerncia? o que ele revela sobre o candidato? a voz do texto parece com o candidato?
    • Pea a pelo menos uma pessoa para ler o seu texto e fazer um proof read dele. Revise seu texto o maior nmero de vezes possvel, antes de enviar.
    • No contradiga ou repita nenhuma outra parte do seu application.

  • Candidatos que pretendem fazer graduao ou ps-graduao no exterior normalmente so solicitados a incluir cartas de recomendao de professores e/ou coordenador da escola ou universidade onde estudaram. Esses recomendantes devem avaliar com honestidade a habilidade acadmica do candidato e seu potencial como estudante.

    As Cartas de Recomendao tem uma influncia bem grande na deciso do corpo responsvel pela admisso ou no do candidato. Sendo assim, fundamental que o professor/coordenador apresente ao comit de admisso o tipo de informao que os auxilie nesse processo, pois eles esto contando com o julgamento e experincia docente para tomar a deciso certa.

    O professor/coordenador precisa levar em considerao alguns pontos importantes da carta, como:

    • A carta deve ser impressa em papel timbrado e incluir a posio do profissional na escola, o ttulo, h quanto tempo conhece o estudante e que relao (professor, orientador, etc.) se tem com o candidato;
    • O quanto melhor se conhece o estudante, melhor ser a recomendao. As universidades buscam informaes especficas e no gerais. preciso desenvolver os comentrios com exemplos concretos e o que exatamente faz do aluno um aluno especial;
    • Buscar uma ou mais histrias especiais para enfatizar, ou mencionar a experincia do aluno em alguma posio desenvolvida na escola/universidade, se for o caso.
    • O estudante pode ser comparando-o com outros estudantes que observa em seu trabalho. O profissional deve usar em seu texto palavras e expresses que possam mensurar isso. Algumas sugestes de categorias que pode desejar utilizar para comparaes so: habilidade intelectual, conhecimento de uma rea acadmica, iniciativa, habilidade de resolver problemas, motivao para estudo, potencial para a contribuio no futuro, maturidade emocional, qualidades humanas que fazem uma diferena, etc.
    • Todas as vias devero ser assinadas, pois as instituies no recebem cpias;
    • A deadline do candidato deve ser respeitada.